Como fazer a diluição de produtos químicos

18/06/2019
por Luís Magalhães

Uma boa forma de poupar nas limpezas, e fazer uma limpeza mais eficiente de um modo geral, é através da diluição dos produtos de limpeza. Para além de ser mais económico, é também recomendado em alguns produtos para evitar que a alta concentração de químicos estrague materiais e superfícies.
No entanto, a diluição em demasia do produto pode torna-lo ineficaz e pode ser preciso uma segunda aplicação o que torna o método pouco económico. Alguns produtos não devem ser diluídos, antes de optar pela diluição consulte o rótulo do produto em questão.

Mas então, como devo fazer a diluição?

Como é sabido: diluir significa adicionar uma porção de água ao uma porção do produto.
Quando a diluição é feita por rácio – maior parte dos produtos – o número mais pequeno representa a porção do produto químico e o número maior representa a porção da água. É importante não trocar estes valores, para evitar um desperdício de produto e para evitar que os químicos estraguem as superfícies a serem limpas.
Um rácio de 1:10 significa que deve adicionar uma porção do produto em cada dez porções de água. Uma porção de água deve ser igual a uma porção do produto. 
Um rácio de 1:50 significa que deve adicionar uma porção do produto em cada cinquenta porções de água.

3 passos para fazer a diluição corretamente:

Passo 1: Que quantidade de produto é preciso?

Verifique quanto de solução é preciso para fazer a sua limpeza. Por exemplo, se você tem um balde de 20L e gostaria de fazer mais ou menos essa quantidade, podemos partir daí.

Usando esse balde então, vamos fazer 20L de solução com o seu produto de limpeza. Mas primeiro, precisamos transformar essa quantidade de Litro para mL.

1L é igual a 1.000mL então 20L é igual a 20.000mL

Passo 2: Qual é o rácio da diluição?

Veja no rótulo do produto ou na ficha técnica qual é a diluição recomendada. Vamos assumir que neste exemplo é 1:10.

Isso significa que são 11 partes: 1 parte de produto + 10 partes de água. 

Passo 3: Fazer as contas

Agora dividimos o volume total da solução, que são os 20.000mL que vimos no passo 1, pelo número de porções, 11, encontrado no passo 2.

20.000/11 = 1.818mL

Isso significa são precisos 1.818mL de produto concentrado.

Agora usamos o volume total da solução, 20.000mL e diminuir o volume de produto encontrado, para saber a quantidade de água necessária.

20.000-1.818 = 18.182mL

Isso significa que são precisos 18.182mL de água.

Agora sabemos que precisamos de colocar no balde de 20L 18.182mL de água e depois adicionar 1.818mL de produto.

Pode usar baldes ou copos medidores para fazer as diluições.

Comentários

Não foram encontrados posts

Deixe-nos a sua opinião